A Praia da Peroba, em Icapuí, foi cenário do nosso catálogo de Outono 21. Do município cearense trouxemos, além do encanto pela beleza da cidade, a paixão pela culinária local. Com fortes raízes no passado, a gastronomia do Ceará tem herança na culinária indígena, portuguesa e negra. Os frutos do mar, o caju e os temperos marcantes são ingredientes importantes na composição dos pratos. 

Icapuí é conhecida como a terra da lagosta e por lá o crustáceo é servido em diferentes variações: pirão de lagosta, ensopado, lagosta ao alho e óleo, entre outras combinações. A caranguejada também é um prato típico e é servido tradicionalmente às quintas-feiras. Para comer, é preciso usar um martelinho e aprender a retirar as patas do crustáceo, fazendo da refeição uma experiência singular. Além disso, a moqueca cearense e o cuscuz nordestino também estão muito presentes nos cardápios da região, que tal aprender essas duas receitas para reproduzir em casa?

Moqueca cearense 

A moqueca pode ser encontrada de diferentes formas nos vários estados do nordeste. A cearense é feita com peixes típicos da região e ganha um toque especial com a incorporação do suco de caju na receita.

Para fazer você vai precisar de 1,5kg de postas de peixe (badejo, robalo ou namorado), 5 tomates, 2 cebolas, suco de 6 cajus maduros ou uma garrafa do suco, 4 colheres de sopa de azeite, suco de 2 limões, sal e pimenta do reino a gosto, cheiro verde picado.

Comece limpando e temperando as postas de peixe com sal, limão e pimenta do reino. Reserve por uma hora. Unte a panela com azeite e coloque o peixe em camadas intercaladas com os tomates em rodelas, a cebola picada e o cheiro verde.

Despeje o suco do caju, cobrindo todo o conteúdo da panela e leve ao fogo alto, com a panela tampada por 12 minutos. Sirva de preferência em uma frigideira de barro e acompanhado de pirão e arroz branco.

A receita rende 6 porções e o tempo de preparo é de 90 minutos.

Cuscuz nordestino 

Diferente do cuscuz paulista, que é feito com farinha de milho e consumido frio, a versão nordestina é feita com flocos de milho e servida ainda quente. Pode vir acompanhado com carne de sol, queijo, ou até mesmo servido pela manhã com manteiga e café.

Muito simples, a receita leva apenas 1 xícara e meia de chá de floco de milho, 2 colheres de sopa de manteiga, água e sal.

Misture o floco de milho e o sal em um recipiente, depois acrescente a água aos poucos, mexendo com uma colher até formar uma farofa bem úmida. Deixe hidratar por cerca de 10 minutos e coloque na cuscuzeira sem amassar. Mantenha em fogo alto até ferver e depois, cozinhe por 10 minutos. Misture a água restante do cozimento e a manteiga até derreter.

Deve ser servido quente com os acompanhamentos de sua preferência. Rende 4 porções e o tempo de preparo é de cerca de 25 minutos.

Bom apetite!

Texto por Kauara Borim