Depois de fiadas, torcidas e trançadas, as fibras se tornam tecidos. As origens e processos de cada uma, no entanto, são diferentes e influenciam tanto no produto final como no impacto ambiental que causam. Elas podem ser naturais, artificiais ou sintéticas e reunimos nesse texto tudo que você precisa saber sobre essas fibras, confira!

O QUE SÃO FIBRAS NATURAIS?
As fibras naturais, como o nome diz, são extraídas da natureza. Dos caules, flores e folhas obtêm-se as fibras de origem vegetal, mas, existem também as de origem animal e mineral – essa última pouco usada na indústria têxtil. As principais são o algodão, o linho, a lã e a seda. O processo de obtenção destes materiais é mais difícil, por isso, são mais caros, mas costumam ser mais confortáveis, pois deixam o corpo respirar e não esquentam tanto, sendo ideais para climas quentes como o nosso. São também mais resistentes e, por isso, as roupas feitas com esse material tem maior durabilidade, podendo ser também uma opção mais sustentável.

FIBRAS ARTIFICIAIS E SINTÉTICAS
Agora que você conhece as fibras naturais, saiba mais sobre os outros tipos existentes no mercado. Assim como as naturais, as fibras artificias vêm da natureza, mas passam por processos químicos ou físicos que alteram sua forma bruta. Geralmente, são produzidas a partir da pasta de celulose, extraída da madeira, e um pouco mais baratas que as naturais. Muitas vezes podem ser biodegradáveis, o que faz desta uma boa alternativa para o meio ambiente. As mais usadas são a viscose, o modal, o Liocel Cly ou Tencel e o acetato.

Já as sintéticas são obtidas totalmente a partir de processos químicos, utilizando matérias-primas não renováveis como carvão, gases e petróleo e muito comuns na indústria têxtil, por possuir um baixo custo. Porém, são grandes os prejuízos causados por essas fibras ao meio ambiente. Os tecidos produzidos a partir dessas fibras são muito similares ao plástico e, assim como outros produtos do mesmo material, demoram muito mais tempo para se decompor. Além disso, no processo de decomposição são liberados microplásticos, que são fragmentos muito pequenos de plástico, que se infiltram na natureza, principalmente no oceano, prejudicando animais marinhos e toda a cadeia alimentar, posteriormente chegando até nós, seres humanos. As fibras sintéticas mais comuns na indústria são o poliéster, elastano, poliamida, entre outros.

QUAIS FIBRAS USAMOS NA RESERVA NATURAL?
Dentro de nossa empresa nos preocupamos em adotar processos cada vez mais sustentáveis, visando minimizar o impacto ambiental causado pela indústria da moda, por isso, a maioria dos tecidos que utilizamos em nossas peças são feitos com fibras de base natural e possuem selos que comprovam o respeito com a natureza. Em especial, a nossa linha Pura Essência foi desenvolvida com o propósito de ser totalmente sustentável, evidenciando o compromisso da Reserva Natural com o meio ambiente. Veja quais são as fibras mais usadas por nossa marca:

Algodão: o algodão é a principal matéria-prima de nossa marca e deu origem a nossa primeira peça produzida ainda em 1992. Essa fibra, de origem vegetal, é retirada das flores da planta de mesmo nome e o resultado é um tecido característico por sua leveza e durabilidade, com toque macio e aveludado e boa capacidade de absorção da água ou suor, além de ser hipoalergênico. Somos parceiros do movimento Sou de Algodão, que cultiva a moda responsável no Brasil, envolvendo todos os setores de produção deste tecido.

Linho: extraído do caule da planta de linho, é considerado um tecido bastante ecológico, além de durável e resistente. Também absorve bem a água, mantendo sempre um toque seco e suave. Possui um brilho discreto, por isso, proporciona um aspecto único às peças feitas desse material.

Viscose: apesar de ser uma fibra artificial é feita a partir da celulose, sendo assim, possui base natural e garante ótima qualidade e conforto às roupas. Nos preocupamos em comprar de fornecedores que produzem fibras a partir de florestas sustentáveis e, dessa forma, conseguimos manter o padrão de qualidade e respeito ao meio ambiente que tanto prezamos.

Em nosso site, na descrição de cada peça é possível saber sua composição, assim, você pode escolher a que melhor se adequa ao seu gosto e necessidade, considerando, além da modelagem, cor e estampas, o material utilizado.

Texto por Kauara Borim